Consultoria Ambiental

Plano de Desativação

O Plano de Desativação tem como objetivo conduzir a desativação total ou parcial dos empreendimentos de forma ambientalmente adequada, garantindo que não haja impacto ambiental durante esse processo.

Para isso, são estabelecidos procedimentos e diretrizes para serem seguidos pelos empreendimentos a serem desativados.

Com base no Art. 56 do Decreto nº 59.263/2013, é obrigatória a comunicação da suspensão ou encerramento das atividades à CETESB, para os empreendimentos sujeitos ao licenciamento ambiental e potenciais geradores de contaminação.

Para isso, a desativação deve ser informada ao órgão ambiental por meio de solicitação de Parecer Técnico sobre Plano de Desativação do Empreendimento.

Segundo a Decisão de Diretoria nº 038/2017/C, o Plano de Desativação a ser entregue à CETESB deve conter os seguintes itens:

“a) A indicação das atividades a serem encerradas e as que permanecerão em funcionamento; 

b) A localização em planta das atividades a serem encerradas; 

c) A identificação dos produtos, matérias primas e outros insumos a serem removidos, indicando o estado físico, as quantidades, a forma de acondicionamento e o destino a ser dado; 

d) A caracterização dos resíduos, a indicação das quantidades, o acondicionamento atual e a indicação do tratamento ou destino a ser dado aos mesmos; 

e) A identificação e o destino a ser dado para os equipamentos existentes; 

f) A caracterização e o destino dos materiais que comporão os entulhos provenientes de eventuais demolições; 

g) A caracterização e o destino dos solos provenientes das obras de escavação; 

h) A apresentação de Relatório de Avaliação Preliminar, realizada em consonância com o item 4.1.3 deste Procedimento; 

i) A apresentação de Relatório de Investigação Confirmatória, realizada em consonância com o item 4.1.4 deste Procedimento.”

O Plano de Desativação e Áreas Contaminadas

Note que o Plano de Desativação para encerramento da atividade licenciada está vinculado ao Gerenciamento de Áreas Contaminadas, sendo solicitados os estudos de Avaliação Preliminar e Investigação Confirmatória.

Entenda as etapas do Gerenciamento de Áreas Contaminadas aqui.

Para cumprimento do Plano de Desativação é necessário realizar um levantamento das informações necessárias para a elaboração do relatório em conjunto com a empresa interessada em solicitar o encerramento das atividades. Por isso, é muito importante que esse processo seja conduzido por profissionais qualificados e que haja disponibilização das informações para a condução dos estudos.

Ainda, segundo a Decisão de Diretoria nº 038/2017/C, quando a área não for classificada como Contaminada sob Investigação (ACI) ou Contaminada com Risco Confirmado (ACRi), após as etapas de Investigação Confirmatória ou Avaliação de Risco à Saúde Humana, a Declaração de Encerramento da Atividade Licenciada será emitida após a entrega do relatório de atendimento ao Plano de Desativação.

Já quando a área for classificada como Contaminada sob Investigação (ACI) ou Contaminada com Risco Confirmado (ACRi), a Declaração de Encerramento da Atividade Licenciada só será emitida após o atendimento ao Plano de Desativação e a obtenção do Termo de Reabilitação para o Uso Declarado.

A RAÍZCON é composta por equipe qualificada, com especialistas na área e amplo conhecimento sobre o assunto, e poderá te auxiliar na melhor estratégia para o seu negócio.

Contate-nos, teremos o prazer em ajudar!

× No que podemos te ajudar?